É preciso estimular a vocação para ciência e tecnologia em nossos alunos, afirma Sílvio Humberto

Qual é a vocação da nossa cidade? Como nascem os cientistas? Foram com esses questionamentos, que o vereador Sílvio Humberto (PSB), durante a sessão ordinária, desta quarta-feira, dia 16, cobrou da prefeitura ações e investimentos na área de produção de ciência e tecnologia em Salvador. De acordo com o vereador, que preside a Comissão de Educação, é preciso que os alunos da rede municipal sejam estimulados e compreendam que o ambiente escolar é um espaço de produção ciência. “Cientistas não podem ser vistos como pessoas distantes, inacessíveis, seres de outros planetas.

Nossos alunos devem ser estimulados a gostarem de física, química, matemática. Coisas que eles lidam no seu dia a dia. Quando bebem água, atendem ao telefone e até mesmo quando precisam criar alternativas para driblar a falta de saneamento básico em suas ruas. A ciência está presente em tudo, o que precisa é estímulo e aproximar o mundo da ciência e tecnologia das pessoas”, afirmou o vereador. Sílvio Humberto destacou ainda a iniciativa do Instituto Cultural Steve Biko, que por meio do projeto Oguntec fomenta a produção de ciência e tecnologia para estudantes negros. “Nossos jovens devem entender que não basta ser usuário das tecnologias. Elas e eles podem ser produtores de ciência. Por isso nós louvamos a iniciativa, do Instituto Cultural Steve Biko, que por meio do seu projeto Oguntec já ganhou prêmios e se tornou uma referência internacional”.

Alunos do Oguntec

Alunos do Oguntec

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s