Sílvio Humberto solicita oficialização do Circuito Mestre Bimba no Nordeste de Amaralina

Presidente da Comissão de Cultura da Câmara Municipal, o vereador Sílvio Humberto

O carnaval do Nordeste reúne cerca de 90 mil pessoas.

O carnaval do Nordeste de Amaralina, o circuito Mestre Bimba,reúne cerca de 90 mil pessoas.

(PSB) ocupou a tribuna de honra, nesta quarta-feira, dia 5, para apresentar uma indicação a Prefeitura. O vereador  solicitou que o carnaval que acontece no bairro do Nordeste de Amaralina, há mais de 10 anos, fosse reconhecido pelos poderes públicos.

“Os moradores fazem uma grande festa sem nenhum apoio do governo.  É um carnaval familiar, que reúne as comunidades do Nordeste, Vale das Pedrinhas, Chapada do Rio Vermelho e Santa Cruz. Já se tornou uma tradição para essas pessoas e o circuito já tem até nome, é o circuito Mestre Bimba, em homenagem ao grande capoeirista que foi morador da região”, explica Sílvio.
 Nos sete dias de folia, o Circuito Mestre Bimba recebe 90 mil pessoas, camarotes são montados nas residências para assistir o desfile de blocos de samba, de travestidos e de capoeira.
Mestre Bimba foi criador da Luta Regional Baiana, mais tarde chamada de capoeira regional.

Falta reparo na reparação, diz Sílvio Humberto

SilvioHumberto_bocaonews_rv_200213 (145)Militante do Movimento Negro e sempre ligado as questões sociais, o vereador Sílvio Humberto (PSB) destacou que pelo segundo ano consecutivo o prefeito ACM Neto, durante a abertura dos trabalhos legislativos, enquanto fazia a leitura da mensagem do Executivo, não fez nenhuma referência sobre qual será a política municipal voltada para as questões raciais. “O silêncio quer dizer muita coisa. Fala por si só. A gente percebe que o enfrentamento ao racismo fica apenas no discurso, não vem para a prática. Como é que o orçamento da Secretaria da Reparação, que deveria, em tese, cuidar das ações de promoção da igualdade, tem o menor orçamento de todas as secretarias. São um pouco mais de R$ 4 de milhões. Se Salvador é a cidade da diversidade, queremos vê isso também no orçamento”, disse o socialista.