Comissão de Reparação realiza primeira reunião aberta

A Comissão de Reparação da Câmara Municipal de Salvador realizou na manhã desta quarta-feira (17), no auditório do Anexo Bahia Center, a primeira reunião aberta do colegiado. Ações e campanhas de mobilização social foram assuntos abordados, além da elaboração de um calendário das reuniões da Comissão.

Sobre o projeto de lei que reduz a maioridade penal, o vereador Silvio Humberto lembrou o posicionamento da Câmara. “Eu elaborei uma moção de repúdio ao projeto e a mesma foi aprovada em plenário. Podemos e devemos resgatar esse documento para divulgar à sociedade”, lembrou.

O Centro de Referência Nelson Mandela da Secretaria de Promoção da Igualdade Social do Estado da Bahia (Sepromi), responsável pelo combate ao racismo e intolerância religiosa, esteve presente e busca firmar parceria com a Comissão de Reparação.

Walmir França, coordenador do Centro, falou das ações da entidade e pediu apoio dos vereadores para ampliar as ações afirmativas. “Peço aos vereadores que os casos de racismo que cheguem à Câmara sejam encaminhados ao Centro. Lá temos apoio psicológico e jurídico e queremos também estar nas ruas com campanhas e mobilização, deixando uma marca positiva na sociedade baiana”, declarou.

No encontro, os vereadores Silvio Humberto (PSB), Vânia Galvão (PT) e Antônio Mário (PSB) receberam representantes do Centro de Referência Nelson Mandela e discutiram demandas.

A Comissão de Reparação da Câmara Municipal de Salvador realizou na manhã desta quarta-feira (17), no auditório do Anexo Bahia Center, a primeira reunião aberta do colegiado. Ações e campanhas de mobilização social foram assuntos abordados, além da elaboração de um calendário das reuniões da Comissão.

Sobre o projeto de lei que reduz a maioridade penal, o vereador Silvio Humberto lembrou o posicionamento da Câmara. “Eu elaborei uma moção de repúdio ao projeto e a mesma foi aprovada em plenário. Podemos e devemos resgatar esse documento para divulgar à sociedade”, lembrou.

O Centro de Referência Nelson Mandela da Secretaria de Promoção da Igualdade Social do Estado da Bahia (Sepromi), responsável pelo combate ao racismo e intolerância religiosa, esteve presente e busca firmar parceria com a Comissão de Reparação.
DSC_0296
Walmir França, coordenador do Centro, falou das ações da entidade e pediu apoio dos vereadores para ampliar as ações afirmativas. “Peço aos vereadores que os casos de racismo que cheguem à Câmara sejam encaminhados ao Centro. Lá temos apoio psicológico e jurídico e queremos também estar nas ruas com campanhas e mobilização, deixando uma marca positiva na sociedade baiana”, declarou.

No encontro, os vereadores Silvio Humberto (PSB), Vânia Galvão (PT) e Antônio Mário (PSB) receberam representantes do Centro de Referência Nelson Mandela e discutiram demandas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s