“Agora entendo com mais clareza os porquês do sucateamento da rede pública”, declara Sílvio Humberto sobre denúncia de desvios na Secretaria de Educação.

Após reunião da bancada de oposição da Câmara de Salvador, na tarde desta segunda-feira (14), o vereador Sílvio Humberto (PSB) se mostrou satisfeito com a decisão conjunta de pedir o afastamento do secretário municipal de Gestão, Alexandre Paupério e declarou que o sucateamento das escolas municipais, falta de merendas e quadras é uma questão “má gestão dos recursos públicos”.

sh

As deliberações foram motivadas por conta da ação civil pública ingressada pelo MP-BA contra o deputado federal João Carlos Bacelar (PTN) e o secretário de Gestão, por improbidade administrativa nos convênios entre a Secretaria Municipal de Educação e a Fundação Escola de Administração (FEA), que segundo levantamentos foram desviados dos cofres públicos cerca de R$ 40 milhões, entre 2009 e 2012.

Para Silvio Humberto, que é presidente da comissão de Educação, é uma contradição Paupério continuar exercendo funções que competem à secretaria sendo alvo de investigação. “Ele é um dos elementos centrais da atual gestão, sobretudo na elaboração do orçamento,  do código de conduta e transparência. Como pode exigir probidade, fim do nepotismo dos seus ‘comandados’ e ser denunciado por improbidade?”, indagou.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s