Sílvio Humberto demonstra que é contra o projeto de indicação que prevê a instalação de uma imagem de uma Bíblia no Dique do Tororó

Sempre atuante e combativo, o vereador Sílvio Humberto não se furtou do seu direito de defender o seu posicionamento contra o projeto de indicação que prevê a instalação da imagem de uma Bíblia no Dique do Tororó. De acordo com o socialista, a medida é apenas um afronta as religiões de matrizes africanas, já que o local é considerado sagrado para os adeptos de candomblé e de umbanda.

“Defendemos um Estado laico, que permita a todas as pessoas a possibilidade de professar a sua fé e até mesmo de não professar fé alguma. Mas, esse projeto de indicação além de ser contraditório, já que o cristianismo condena a adoração de imagens, a escolha do mesmo local, onde historicamente e tradicionalmente as religiões de matrizes africanas realizam suas oferendas. Isso pode acirrar ainda mais atos de intolerância religiosa”, disse o vereador.

Sílvio Humberto ainda fez questão de destacar que tentou retirar o projeto da pauta, mas que a base governista votou a favor, o que fez a indicação ser aprovada. “Votei contra por considerá-lo um ator de intolerância religiosa, uma afronta. A base governista votou a favor, mas depois esses mesmos vereadores que votaram pela implantação da imagem da Bíblia pedem apoio e proteção aos terreiros. Por isso, irmãos e irmãs urge fazer política para fora dos muros e nos defender do muro para dentro. Se nos deitarmos, aceitarmos tudo calado, já estaremos mortos”, finalizou o socialista.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s