A luta contra o golpismo continua

Companheiras e companheiros de jornadas,
Ontem, perdemos a batalha. O amanhã será nosso. A luta contra o golpismo continua.
Ontem, ficou comprovado que o que estava em jogo não eram os erros do projeto liderado pelo PT e sim os acertos que mudaram a vida de milhões de brasileiros e brasileiras. Em jogo, a preservação dos privilégios. A cada discurso parlamentar que justificava o voto ” sim” para abertura do impeachment repetia a ladainha pela minha família, Deus, Pátria, Propriedade, Bala, inclusive os Bolsonaros (pai e filho) defenderam o fim do estatuto do desarmamento (filho) e homenagearam (pai) a memória do reconhecido torturador da Presidenta Dilma, o famigerado coronel Ustra. Votaram também pelo machismo nosso de cada dia ” tchau querida” dizia um dos cartazes segurado por diversos deputados e deputadas.

silvio humberto

Vale também salientar mais uma das “pérolas” ditas ontem na Câmara por quem se auto-intitula “representante” da “mulher nordestina, negra que não precisa das migalhas do governo federal”. Assim, desconhecendo os anos de luta do Movimento Negro de enfrentamento ao racismo, que resultaram no crescimento do nível de consciência dos negros e negras e da sociedade brasileira sobre a questão racial, e possibilitaram, inclusive, que suas agremiações os escolhessem como seus representantes, vencendo as barreiras raciais, sobretudo aqui na Bahia “negra”. Além de reforçar a visão preconceituosa que se tem dos nordestinos como um povo que vive eternamente de migalhas.

Aliás, triste Bahia! O comportamento “anti-migalhas” faz lembrar a prática do “chutar a escada”… algo praticado pelos países desenvolvidos que hoje condenam o protecionismo depois de ter se beneficiado dele por séculos. Agora que já chegaram ao rol dos desenvolvidos chutam a escada para que outros países em desenvolvimento não façam este caminho. No caso em questão, pensam que já chegaram a casa grande ou são ex-senzala. Vale lembrar que não há saídas individuais no enfrentamento ao racismo e suas manifestações, chegaremos apenas até a página 3 do livro de 516 páginas de história. Saídas, sim: coletivas.

Continuando sobre ontem à noite, para onde foram as ” pedaladas fiscais”, motivo para a abertura do impeachment? A tomarmos com base os “sim” dos discursos dos parlamentares, nem entraram no plenário, se perderam entre a rua e o plenário. Ontem, foi o terceiro turno das eleições presidenciais, desta vez de forma indireta, portanto, mais um golpe na jovem Democracia brasileira.
Aproveito para parabenizar, saudações quilombolas, à aguerrida militância socialista do PSB da BAHIA que honrou a nossa história em defesa da Democracia e do Socialismo e insurgiu-se contra ao posicionamento da Direção Nacional. Congratulo aos parlamentares que resistiram bravamente ao golpismo e a “piada pronta brasileira” de mau gosto…ter alguém investigado por corrupção presidindo os trabalhos para julgar a admissibilidade do impeachment. Raposa tomando conta do galinheiro .

Aproveito também para parabenizar a Senadora Lidice da Matta, nossa referência , e o Deputado Federal Bebeto Galvão por seus pronunciamentos firmes em defesa da Democracia. Sabíamos que você, Bebeto não estava em cima do muro, você tem lado. Ontem, você votou com sua consciência negra e história em defesa dos trabalhadores. Deixe-me ressaltar, que antes você ouviu e escutou suas bases.

Apesar da luta, o resultado não foi o desejado, então, vamos sentar na beira do rio e chorar? Até podemos, a sábia Mãe Stella em Òwe, seu livro de provérbios, ensina que “as lágrimas servem para limpar a visão “. Assim, vamos manter a luta em casa, trabalho, bairros, escolas, universidades, fortalecer os movimentos de bases, incorporando e ladeando as novas linguagens e formas de organização da nossa juventude.

Mais uma vez a sábia Mãe Stella nos ensina ” redemoinho não leva o pilão “, isto é, ” quem é forte pode abalar-se, mas não é destruído pela tempestade”.

Este outono é deles , mas temos o inverno para alimentar nossas esperanças e a primavera para fazer florescer novamente as flores da liberdade, da igualdade pra valer, do respeito às diversidades , da dignidade humana, do Brasil justo.
Axé!

2 respostas em “A luta contra o golpismo continua

  1. ORGULHO..ORGULHO..ORGULHO …OBRIGADA ….OBRIGADA …NÃO TENHO PALAVRAS …POIS HOJE ESTAMOS SOFRENDO NÃO TEMOS REPRESENTANTES NEGROS LEAIS A NOSSAS ORIGENS AO , NOSSO POVO PRETO ………

  2. Excelente texto, parabéns pela sensatez, pelo brilhantismo, pessoas como você nos enche de orgulho, temos muito que lutar e não será em vão. Avante companheiro!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s