Fez-se justiça?

Lula-pena

Considero que a justiça não foi feita. Vivemos o tempo da politização da Justiça e da judicialização da Política. Isso se configura como um grave problema para a democracia representativa brasileira.

Quando se analisa a trajetória do julgamento, desde a primeira instância, constata-se a parcialidade do julgador e dos acusadores, e a seletividade das provas. Tudo isso, somado à curiosa e pouco comum celeridade do tramite jurídico, marcam este processo com características, no mínimo, questionáveis. O atropelo dos prazos e a sanha para decretar a prisão confirmam a tese da politização da Justiça. O acusado já entrou condenado.

Quando a presidente da Suprema Corte optou por não colocar em julgamento as Ações Declaratórias de Constitucionalidade (ADCs), que discutem o tema de forma genérica, sem um réu específico, e sim o habeas corpus do ex-presidente Lula, ficou nítido que foi feita uma escolha e que a lógica que a determinou não foi exclusivamente técnica.

Colocam em julgamento o legado político e social do presidente Lula e, numa estratégia muito bem articulada pelas elites brasileiras, tentam afastar a possibilidade do seu retorno.

O objetivo é retirar do imaginário daqueles e daquelas do andar de baixo da pirâmide, os subalternizados, a perspectiva, a esperança e a possibilidade de crescimento econômico com distribuição de renda e justiça social.

O que temos no horizonte é luta e não vamos desistir. Afinal, como nos ensinou o filósofo e historiador Joseph Ki-Zerbo: “Se nos deitamos, estamos mortos”.

 

Sílvio Humberto

Doutor em Economia, professor da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), vereador e presidente da Comissão de Cultura da Câmara Municipal de Salvador.

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s