12 anos da Lei Maria da Penha

Hoje, 07 de agosto de 2018, celebramos 12 anos de lutas e conquistas da Lei Maria da Penha.   Lei que tem como papel proteger as mulheres contra à violência doméstica e familiar, envolvendo os seus diversos modos.

O agressor, não é necessariamente o marido ou companheira. Mesmo com a atuação da Lei Maria da Penha, as mulheres negras continuam sendo assassinadas sem a proteção do estado, uma vez que as delegacias especializadas ainda possuem um processo de atuação fragilizado e com lacunas. Mesmo premiada internacionalmente e tendo o feminicídio como  uma inovação jurídica, essas conquistas legais ainda não  garante a proteção das  mulheres e em  especial das mulheres negras.

O combate a violência feminina não deve ser somente pelos  órgãos públicos, mas –  acima de tudo – por cada um de nós.

 Combate a violência contra a mulher, do mesmo modo que o racismo não é unicamente uma mudança de pensamento. Esse combate envolve  também posturas, ações, costumes e falas.

Hoje, não é dia de somente comemorar, mas de conscientizar e combater a violência contra a mulher. Se queremos mesmo mudar essa realidade, é preciso encarar que a desigualdade de gênero se apresenta como um obstáculo a ser ultrapassado junto aos do racismo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s