Blocos doam alimentos para Creche do Capim, no Nordeste de Amaralina  

Carnaval6

Como resultado de um carnaval de alegria, desenvolvimento local e solidariedade, o grupo de blocos carnavalescos do Nordeste de Amaralina ‘Juntos do Nordeste’, realizou, na última quinta-feira (08/03), o ato de doação dos alimentos arrecadados com a distribuição dos abadás das entidades.

A Creche Escola da Fraternidade, localizada no Capim do Nordeste de Amaralina, foi a instituição escolhida para receber as doações, o presidente da Creche, Adalberto Souza Lopes, agradeceu a ação, explicou as dificuldades enfrentadas pela instituição e defendeu que ações como essa de moradores e apoiadores é fundamental para garantir uma prestação de serviços adequadas para as crianças do bairro.

Carnaval5O Juntos do Nordeste é uma junção dos blocos Merendas, Velha Guarda, 40 Graus e Junte-se. As entidades tiveram apoio da Bahiagás, Bahiatursa e da Associação de Blocos Carnavalescos Circuito Mestre Bimba para desfilar. Para 2019, os organizadores querem manter esse caráter de fazer o carnaval, promover a diversão da comunidade e praticar a solidariedade.

Sílvio Humberto solicita oficialização do Circuito Mestre Bimba no Nordeste de Amaralina

Presidente da Comissão de Cultura da Câmara Municipal, o vereador Sílvio Humberto

O carnaval do Nordeste reúne cerca de 90 mil pessoas.

O carnaval do Nordeste de Amaralina, o circuito Mestre Bimba,reúne cerca de 90 mil pessoas.

(PSB) ocupou a tribuna de honra, nesta quarta-feira, dia 5, para apresentar uma indicação a Prefeitura. O vereador  solicitou que o carnaval que acontece no bairro do Nordeste de Amaralina, há mais de 10 anos, fosse reconhecido pelos poderes públicos.

“Os moradores fazem uma grande festa sem nenhum apoio do governo.  É um carnaval familiar, que reúne as comunidades do Nordeste, Vale das Pedrinhas, Chapada do Rio Vermelho e Santa Cruz. Já se tornou uma tradição para essas pessoas e o circuito já tem até nome, é o circuito Mestre Bimba, em homenagem ao grande capoeirista que foi morador da região”, explica Sílvio.
 Nos sete dias de folia, o Circuito Mestre Bimba recebe 90 mil pessoas, camarotes são montados nas residências para assistir o desfile de blocos de samba, de travestidos e de capoeira.
Mestre Bimba foi criador da Luta Regional Baiana, mais tarde chamada de capoeira regional.